Curso de Formação em Medicina Antroposófica

ABMA

O Curso de Formação em Medicina Antroposófica, organizado pela Associação Brasileira de Medicina Antroposófica Regional Rio de Janeiro (ABMA-RJ), é um curso de capacitação pedagógica que almeja trabalhar os conceitos que fundamentam a Medicina ampliada pela antroposofia e que servem de alicerce à sua prática.

O objetivo do Curso Básico de Antroposofia como pré-requisito é familiarizar o médico/odontólogo com os conceitos teóricos da Antroposofia, e prover as bases para que ele possa compreender e tratar a doença considerando as suas dimensões corpóreas, anímicas e espirituais.

Na formação para os profissionais médicos uma atenção especial é dada ao estímulo e à prática do caminho de desenvolvimento ético, social e espiritual do profissional. Apresentando a meta constante da Dr. Ita Wegman e de Rudolf Steiner “Renovar a antiga essência dos mistérios e fazê-la fluir para a medicina”; “complementar o que havia na compreensão dos processos da doença e da cura com o que pode fluir de um verdadeiro conhecimento do espírito”; “reconhecendo plenamente os princípios da medicina que trabalha os métodos científicos reconhecidos atualmente, o conteúdo a ser colocado em prática pela Medicina Antroposófica, só deve ser colocado em prática, na arte médica ampliada, por médicos plenamente qualificados no princípios científicos”. GA 27.

O curso visa:

  • Introdução à antropologia, fisiologia, patologia, diagnóstico, e terapêutica do ponto de vista da MA.
  • Conhecimento e habilidade para estabelecer uma relação médico-paciente baseada na confiança e na autonomia.
  • Oportunidades de auto-desenvolvimento e reflexão.
  • Aprender a pesquisar a bibliografia sobre a pesquisa médica antroposófica atual.
  • Estímulo para o desenvolvimento individual do seu próprio estudo e pesquisa.

Público Alvo

Alunos Médicos, acadêmicos de medicina e médicos veterinários, aberto também a odontólogos e acadêmicos de odontologia. (Pré-requisito: Curso Básico de Antroposofia)


Atenção

A Formação de turma em cada área está sujeita ao número mínimo de alunos.


Ambulatórios

1) Ambulatório ABMA-SP e Ambulatório Social Casa de Serviço Rafaélico

Os alunos do Curso de Formação em Medicina Antroposófica da ABMA-RJ poderão realizar estágio em São Paulo, no Ambulatório da Casa de Rudolf Steiner (ABMA-SP) e no Ambulatório Social Casa de Serviço Rafaélico.

Para tal o trâmite de agendamento em SP deverá ser feito através da ABMA-RJ para marcação com os respectivos ambulatórios a fim de contabilizar as horas realizadas.


Objetivos

Alunos médicos, em formação, serão capacitados ao pensar médico dentro da mentalidade da Medicina Ampliada pela Antroposofia; elaborar a fisiologia, a patologia, o diagnóstico, tratamento e pesquisas médicas ampliadas pela Antroposofia.

Desenvolver o caminho interior do médico e atualização na abordagem, a congregação, fortalecendo a comunidade terapêutica dentro da Antroposofia, bem como o e aprofundamento interior através das práticas meditativas de indicação de Steiner.


Metodologia

O curso para profissionais médicos é modular. Em um total de 9 módulos de final de semana e três módulos intensivos (três e quatro dias).

Durante o curso o aluno deverá participar das atividades:

Aulas Teóricas e presenciais: Serão coordenadas pelo docente responsável, coordenando o tema do módulo com atividades complementares:

  • Processo farmacêutico: o tema poderá ser ministrado por um profissional da área de farmácia, química e/ou médico. Colocaremos em evidencia a importância dos processos farmacêuticos da Antroposofia. Entre eles maceração, percolação, digestão, infusão, decocção, destilação, torrefações, carbonização,incineração. Além dos processos calóricos, dinamização, incompatibilidades, medicamentos externos, metais vegetabilizados e minerais e preparados orgânicos.
  • Caso clínico: Será apresentado sobre o ponto de vista da medicina alopática (fisiologia, patologia, diagnóstico, tratamento, etc.) e sobre o ponto de vista da medicina ampliada pela antroposofia.
  • Estudos das plantas medicinais: o tema poderá ser ministrado por um profissional da área de farmácia, química e médico;
  • Vivências químicas com substâncias.

Estágios práticos

Atividades programadas

Estudo independente

Projeto de trabalho de conclusão de curso (TCC),

Preparo de relato de casos.


Conteúdo Programático

Módulos final de semana

Polaridades: Sangue e nervo. O impulso sulfúrico e o silícico. Módulo introdutório para o curso de Formação em Medicina Antroposófica, tem como objetivo introduzir a visão geral do funcionamento do organismo humano sob o ponto de vista da Medicina Antroposófica. Como o organismo humano é estruturado a partir do ponto de vista do impulso sulfúrico e silícico. Distribuição espacial da estrutura ternária do ser humano:

Vida (SMM), movimento (SR), consciência (SNS). Os Quatro órgãos – I. Coração e figado. Descrição dos processos fisiológicos do ponto de vista goetheanistico e também da ciência espiritual. Tem por meta habilitar o médico a relacionar o órgão com o comportamento humano. Permite diagnóstico e terapia do ponto de vista orgânico. Os Quatro órgãos – II. Continuação. Rim e pulmão. Alimentação e transtornos digestivos.

Doenças típicas da infância:

a. Infecções;
b. Alergias;
c. Transtornos do desenvolvimento.

Doenças típicas do adulto:
a. Inflamação crônica;
b. Autoimune;
c. Oncologia.

Doenças típicas do idoso:
a. Reumatismo: Discopatias, Insuficiências vasculares, AVC, Parkinson;
b. Demências: Vasculares e Alzheimer;
c. O paciente terminal.

Intensivos
Os sete metais (A metalidade, suas relações e o desenvolvimento do ser humano) e suas indicações. Quadros patológicos específicos: Tiróide – Diabete – Patologias ginecológicas – Hipertensão – Transtornos do sono – Transtornos de ansiedade – Síndrome do pânico – Depressão.


Docentes

Turmas

Requisitos

Participação

Alunos médicos devem ter participado do primeiro ano, Curso de Antroposofia para Profissionais da Área da Saúde.


Certificação

Para obter o Certificado de Formação em Medicina Antroposófica, após os dois anos de cursos (dias fases) o aluno deve demonstrar:

  • Frequência: 75% de participação em cada módulo de final de semana nas fases 1 e 2, e 100% de participação nos intensivos das fases 1 e 2.
  • Estágios práticos: mínimo de 250* horas, sendo que 50* horas precisarão obrigatoriamente ser cumpridas em atividade ambulatorial – atendimento clínico em ambulatórios administrados pelas ABMA-regionais ou em acompanhamento de atendimento clínico efetuado por colegas médicos antroposóficos em suas clínicas privadas. As 200* horas restantes poderão também ser cumpridas em atividade ambulatorial e/ou participação em grupos de estudos para casos clínicos, discussão de medicações ou outras terapias antroposóficas, reconhecidos pela CE-regional, e/ou de participação em eventos de MA promovidos pela ABMA-nacional ou ABMA-regionais, tais como cursos, simpósios ou congressos. As atividades ambulatoriais e em grupos de estudo deverão ser supervisionadas por médicos antroposóficos certificados. Em relação às atividades ambulatoriais solicita-se ainda o registro de frequência em folha assinada pelo supervisor que deverá ser devidamente arquivada nas ABMA-regionais. (* 1hora = 45min)
  • Atividades programadas: estudo independente
  • Relato de três casos clínicos.
  • Projeto de trabalho de conclusão de curso (TCC): Um ou até três trabalhos devem ser escritos e não devem exceder 15 páginas no total. O tópico está relacionado à Medicina Antroposófica e à atual formação médica antroposófica do formando.
  • Avaliação final

Materiais

TCC - Trabalho de Conclusão de Curso

Download

Local

Módulos final de semana:
Cenáculo - Rua Pereira da Silva 135 - Laranjeiras
Rio de Janeiro – RJ , CEP 22221-140, Brasil